Compulsão pelo consumo: a pessoa precisa de cuidados e não de críticas.

Para Erick Fromm, o consumidor compulsivo é a eterna criança, que está permanentemente chorando pela mamadeira, ficando mais evidente nos casos patológicos, fixação oral. O consumo além do necessário para a sobrevivência física e cumprimento das regras socialmente impostas, representa indubitavelmente a busca inconsciente de suprimento de representações narcísicas, julgadas perdidas, juntamente com a infância.… Continue Reading


O pai perdoa

Escute, filho: enquanto falo isto, você está deitado, dormindo, uma mãozinha enfiada debaixo do seu rosto, os cachinhos louros molhados de suor grudados na fronte. Entrei sozinho e sorrateiramente no seu quarto. Há poucos minutos, enquanto eu estava sentado lendo meu jornal na biblioteca, fui assaltado por uma onda sufocante de remorso. E, sentindo-me culpado,… Continue Reading


A futilidade da crítica

Medo da crítica um dos seis medos paralisantes do ser humano, demonstrados por Napoleon Hill, e que Dale Carnegie, procurou criteriosamente descrever sua futilidade e malignidade a quem faz e a quem recebe. Carnegie relata: A crítica é fútil, porque coloca um homem na defensiva, e, comumente, faz com que ele se esforce para justificar-se.… Continue Reading